Críticas

Petite Messe Solennelle de Rossini

"O soprano Marianna Lima é e foi nesta noite digna dos mais calorosos aplausos, quer pela belissima voz, como por uma esplêndida interpretação, além de atrair a atenção pela sua escultórica beleza! Magnifica!"
Francisco Neves 29/08/2015
Facebook


Renaud de Sacchini

"Marianna Lima, soprano, teve três personagens sob a sua tutela. Antiope (comandante das amazonas), Doris (uma confidente de Armide) e a ninfa Coryphée (papel este dividido com a também soprano Nívea Raf). Lima, com sua bela voz, encantou a sala, mostrando todo talento que possui. Cênica e tecnicamente, a soprano é indefectível. Esperamos ver ainda muitas óperas protagonizadas por ela, de preferência heroínas puccinianas e veristas, que, acredito, sejam ideais para sua voz. Brava!"
André Effgen 24/03/2015
http://www.movimento.com/2015/03/o-triunfo-de-armide/


Suor Angelica de Puccini

"Marianna Lima (soprano): Eu realmente fiquei boquiaberto com a performance da soprano, ela conseguiu me fazer verter lágrimas, não só pela sua voz maravilhosa, como também pela sua atuação tão intensa. Fez a sua personagem sem dever em nada às grandes do cenário internacional atual. E o melhor? É que a sua voz tem personalidade, não é como muitos dos novos talentos que vem surgindo por aqui em que vc não consegue diferenciar uma voz da da outra! Mil bravos a ela!"
André Effgen 06/08/2014
Facebook


L'oro non compra amore de Marcos Portugal

"Mas coube ao soprano Marianna Lima o resplandecente protagonismo. Sua Lisetta emanava humor e jocosidade, e a intérprete, com presença de espírito, soube aproveitar as deixas para arrancar boas risadas da plateia. Para citar um dos momentos inesquecíveis, a ária Quel piacere, no primeiro ato, ilustrada por bonitas intervenções do oboé."
Fabiano Gonçalves 11/12/2012
http://www.movimento.com/2012/12/joia-da-coroa-portuguesa/